Depois de algum tempo de interregno na participação em provas oficiais, com o virar do ano, e o início da época 2011 de Orientação, eis que o CP Telecom – Aveiro rumou a Quiaios, mais propriamente à zona da Lagoa da Vela, para a participação no IV Troféu Mondego.

Este evento de Orientação Pedestre teve a organização do Ginásio Clube Figueirense e realizou-se no Sábado, dia 15 de Janeiro, contanto com duas etapas traçadas em percursos de Distância Média, um de manhã e outro no início da tarde, contando ambas para a Taça de Portugal de Orientação Pedestre 2011. O novo formato da TP define provas de nível 1 e 2, sendo que esta foi de nível 2, aplicando-se um factor de 90% da classificação efectivamente obtida por cada atleta no ranking da TP. Mesmo com esta nova regra, foram mais de 300 as pessoas que rumaram à Lagoa da Vela.

Etapa da Manhã - D21B

A etapa da manhã usou a parte Norte do mapa da Lagoa da Vela, caracterizada por muitas zonas semi-abertas ou abertas com algum mato rasteiro. Genericamente, a progressão era rápida e com boa visibilidade. Pese embora o detalhe do relevo, as dunas mais predominantes permitiam fazer uma navegação sem grandes sobressaltos. Não sendo novo, este mapa continua a ser um dos melhores e mais desafiantes para a Orientação em pinhal de Portugal.

Etapa da Tarde - H21A

Na etapa da tarde, pese a área de prova ser adjacente à da manhã, mas a  Sul, o terreno apresentava algumas zonas de vegetação alta mais fechada, bem como recortes de relevo mais detalhado, sendo necessário gerir a velocidade de progressão com a leitura do mapa, sendo a navegação um pouco mais difícil.

Ana Margarida Vaz - D21B

Do CP Telecom – Aveiro estiveram presentes dois atletas: Ana Margarida Vaz (D21B) e Nuno Pires (H21A). Da Zona Centro Sul, compareceu o veterano Jorge Santos (H60). Relativamente a resultados, a classificação geral desta prova foi apurada por soma de tempos nos dois percursos. A Ana Margarida Vaz fez um 3º lugar na Manhã, a cerca de 3 minutos da primeira classificada. Fruto de uma etapa da tarde sem grandes sobressaltos, não só recuperou a desvantagem para as adversárias, como ganhou cerca de 2 minutos no somatório das duas etapas, acabando com 1h28h15 e o 1º lugar da geral em 8 participantes. Nuno Pires, em H21A, completou a Manhã em 9º e a Tarde em 16º, ficando no 12º lugar entre 17 classificados no final. Algumas asneiras associadas à falta de treino e ritmo de competição ditaram o desfecho menos conseguido na etapa da tarde. Em H60, Jorge Santos destacou-se com o seu 2º lugar na geral em 6 atletas, depois de um 2º e um 3º nas respectivas etapas.

Lagoa da Vela - Pódium de D/H21B

No final, quer a Ana quer o Jorge tiveram por direito próprio a possibilidade subir ao pódium para receber as medalhas da praxe, ficando para o Nuno a tarefa de registar em foto este momento de consagração.

Lagoa da Vela - Pódium de D/H60

Uma nota para os escalões de Elite, onde Diogo Miguel do Ori-Estarreja e Maria Sá, do Grupo Desportivo 4 Caminhos foram os vencedores da jornada. Uma observação verificada no local foi algum alheamento dos atletas de Elite na cerimónia de entrega de medalhas, comparecendo apenas 3 dos 10 chamados. Para o trabalho desenvolvido por esta organização, pelo facto do evento ser de carácter nacional, e pela presença e espera da maior parte dos atletas presentes nos diversos escalões até ao final da cerimónia, foi algo desrespeituoso que o pódium de Elite ficasse tão vazio.

Os mapas desta prova, com as trilhas realizadas pelo Nuno Pires estão disponíveis no Arquivo de Mapas. Não liguem muito para as asneiras, mas elas estão lá…. ;)